MAIORIA DOS CONSUMIDORES COMPRA FREQUENTEMENTE PRODUTOS PORTUGUESES - estudo

A maioria dos consumidores (65,6%) compra produtos portugueses frequentemente e quase metade (48,4%) gasta entre 51% e 75% da sua despesa total mensal em produtos nacionais, segundo um estudo apresentado hoje.

A conclusão consta do "estudo de notoriedade da marca", elaborado pelo ISEG -- Lisbon School of Economics & Management (CEGE), apresentado hoje durante o II Fórum Portugal Sou Eu, no Centro de Congressos de Lisboa.

O estudo, realizado junto de 1.200 consumidores e apresentado por Helena Martins Gonçalves, do ISEG, revela que 84,5% dos consumidores procuram a origem do produto e, destes, 76% procuram a indicação da origem do produto ou um selo (42,8%).

"Os resultados são claros e apontam para um aumento, em comparação com o estudo feito em 2014, dos consumidores que compram produtos portugueses frequentemente (65,6% em 2017 e 62,4% em 2014) e dos que tentam comprar produtos portugueses sempre que existam (68,6% em 2017 e 58,7% em 2014", avança o estudo.

De acordo com o documento, a preocupação do consumidor em relação à origem continua a ser maior nos produtos alimentares, com 94,6% para os azeites e vinhos e mais de 80% nas frutas, legumes, pão, pastelaria, peixe, carne e derivados e queijos.

A satisfação com os produtos portugueses registou um aumento, com 92,8% dos consumidores inquiridos a manifestarem-se satisfeitos.

O estudo diz ainda que a qualidade prevalece sobre o preço em quase todas as categorias, com destaque para os bens alimentares.

Em relação aos gastos, 48,4% dos consumidores inquiridos afirma que gasta entre 51% a 75% da sua despesa mensal total em produtos portugueses, contra 41,6% em 2014.

Os motivos que conduzem à compra da produção nacional revelam que 89% acreditam que estão a criar emprego, 87% a ajudar Portugal a ser uma economia forte, 78% a apoiar as empresas nacionais e 77% a ajudar a melhorar o défice.

O programa "Portugal Sou Eu", lançado em 2012 pelo Governo, conta com a adesão de cerca de 1.700 empresas, que qualificaram mais de 5.700 produtos, representando um volume de negócios agregado superior a 6,5 mil milhões de euros e mais de 46 mil postos de trabalho.

Cerca de 68% dos produtos aos quais foi atribuído o selo "Portugal Sou Eu" pertencem aos setores da alimentação, bebidas, agricultura e pescas.

Fonte: Lusa

 


Login

Autenticar Registar

Login

Username
Password *
Lembrar-me

Associe-se

Os campos assinalados com asterisco (*) são obrigatórios.
Name
Username
Password *
Verificar password *
Email *
Verificar email *

Pesquisa

Newsletter